Topiaria, a arte de esculpir plantas

118

A topiaria é uma forma de adornar o jardim. É uma técnica muito antiga de dar formas esculturais às plantas. Usadas desde os tempos da Babilônia com seus jardins suspensos, se expandiu por toda a Europa e principalmente na França, trabalhando o jardim com ares de nobreza. Por ser uma técnica diferenciada, exigir um jardineiro habilidoso e por novas  e modernas técnicas e tendências paisagísticas, ficou por muito tempo relegada à segundo plano sendo rotulada de cafona e antiquada. Ela ressurgiu nos jardins contemporâneos e minimalistas, com formas geométricas simples ou abstratas, que conferem modernidade aos ambientes. Nos jardins orientais elas também são bem vindas, desde que tenham formas naturais de plantas, à semelhança da arte bonsai.

871908d292e1f9badf5869e2fe301268 f6fbe73d1f6c619fb1266731618ea55f01c427ba728b36d53361dfb994c3b606paisagismo 00f17358137b511aafc413649a7f05d0  5fe8d608b8dec5d6da3337e4def7dd903e559a19ca0332b11abda98e6f2dcbae  6d6f1e24e51ae4de9a0c7591288424d5 6e1bc6015065987322f917e09791728a 7b94f219e68b6470f571cdf9592163fc 2485dda587e14e3ae25e8c2d23c8da3f695ccb3d2af9a2187d4a804a71de9bc4

Na década de 60, os americanos desenvolveram uma nova técnica para a topiaria, o stuffed, que consiste em suportes e armações estruturais de ferro, que suportam as trepadeiras, ervas e gramíneas. Estas armações podem tomar a forma de qualquer objeto, pessoas ou animais, o que facilita bastante para o jardineiro formar a escultura. Vemos muitos exemplares desta arte, nos parques Disney. Com esta nova técnica, a topiaria tornou-se mais fácil e rápida para leigos, mas ainda assim, requer bastante paciência e habilidade. Os substratos devem ser bem estruturados com espumas e fibras naturais, como cipós, esfagno e fibra de coco.

97f16d01cd499b7917a9bd8a7a49a09874ec49a1ac62769e8113ff8dcefa49604028f1ac04100516ecaed83a3a182709416afd3d71edf2d8357aafb0994c520a9a7342365e28ed706452c532bc47bccb       jardim2

Este tipo de topiaria acima é o mais comum em nosso meio. É simples de fazer e de manter. Normalmente usamos o buchinho ou Eugênia, que podem ser comprados em floriculturas, já com este formato, bastando mantê-lo no formato com podas ocasionais.

Apesar de muitas plantas arbustivas se prestarem à topiaria, há algumas espécies mais indicadas para a realização da técnica com poda, como o buchinho, podocarpo, tuias, cipreste, ligustro, viburno e murta entre outras. As características de folhagens, cor, resistência à podas, longevidade  e crescimento devem ser observadas quando for escolher a planta. O ideal é se orientar com um paisagista e se você se atrever a investir nesta arte, muitos cursos são oferecidos na internet.

7814150830_195a209909_b a8fadf57914cee01f91cb4d8f60538af 44845467ac129dc5916a81de162e6a2ba3676d32904569a4686f7cb06b3634fba67fa219c38db033c1d9b2c0d115e8ea  b1aca8d673d4e6a3ab3bf19e806ae5cd b4f0d398d90ccb123f6deba20384c186 b88e02f6fc8fdf4ab6b292255e246f6e b7027894ca7cea1fb9b46242da2e24b3b9943ad0224b3d839a5bcc2f571d6707  c1e574fee782a0fcdf11304340424a4e c32b6785a6dc9a2ac2f203cf47cb7a67 c44b3806d66f3adda2989093a0a7bb8f db3e6c5d694522b2a1110b9cf16e719b  fa6bcd63b32d27b6c7d98a1366d700c5

 

Fonte: Pinterest e Google

Comentários